RATAPLÃ CHEGA A ARAXÁ …

NESSE SÁBADO ALICE DO MARAVILHA CHEGA À ARAXÁ…

E NO PERÍODO DA MANHÃ JUNTO A ESCOLA ESTADUAL DOM JOSÉ GASPAR…

slide1NÃO PERCAM…

 

E no domingo dia 28 de agosto o projeto Rataplã chegará com toda força a Conquista – MG

conquista

Rataplã chega à Sacramento – MG

E nesse sábado dia 27 de agosto o barulho do Tambor chega a cidade de Sacramento… sacramento

Veríssimo aí vamos nós…

E depois de uma agitada quinta-feira em Delta, a Trupe Tamboril chegará nessa sexta dia 20 de Agosto a cidade de Veríssimo… Rataplã a todo vapor… 18

Ações para Delta começam nessa quinta-feira 18/08…

Nessa quinta-feira, o projeto Rataplã chega a cidade de Delta, as ações estão previstas para a Escola Estadual Ivan Mattar Soukef e para a Praça das Mangueiras…

cartaz rataplã - delta

 

Tamboril chega a Água Comprida…

Na cidade de Água Comprida, a Trupe Tamboril de Teatro realizou a apresentação do espetáculo Partidas na Escola Estadual José Acácio Silva. A Trupe realizou ainda a Oficina Rataplã o Barulho do Tambor na praça Carolina de Almeida e a reestreia do espetáculo Alice do Maravilha… Obrigado a todos que estiveram conosco…

 

AÇÕES DO PROJETO RATAPLÃ EM UBERABA – PRIMEIRA PARTE …

E na Escola Municipal Ester M. Brigadão dia 06/08 foram realizadas a oficina Rataplã e a apresentação do espetáculo Partidas…

Mais uma jornada…

No último dia 06 de Agosto de 2016, se iniciou o projeto Rataplã – O barulho do Tambor: circulação Trupe Tamboril.

Na Escola Municipal Professora Esther Limirio Brigagao, no bairro Residencial 2000, foram realizados o espetáculo teatral Partidas e a oficina Rataplã… 

Banner Rataplã - curvas-page-001

PARTIDAS 2015

A Trupe Tamboril de Teatro, por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura, tem o prazer de apresentar ao público de Uberlândia e região sua mais nova criação cênica para espaços alternativos, o espetáculo: Partidas. Pensado para ruas, praças e principalmente escolas, a intervenção cênica terá uma ampla circulação entre os dias 26 e 30 de setembro. As escolas municipais Carlota de Andrade Marques, Dr. Gladsen Guerra de Rezende e Professora Josiany França, as praças Leopoldo Ferreira (bairro Canaã no sábado às 18hs) e Sérgio Pacheco (Centro no domingo às 10hs) receberão além do espetáculo, uma oficina aberta de Zines e uma roda de discussão sobre o que representou o golpe civil-militar de 1964 para o Brasil. As escolas, terão ainda uma ação continuada que durará três dias de discussões e troca de ideias sobre a ditadura civil-militar brasileira a partir do mote da “Democracia e Direitos Humanos”. Esta nova forma de ação da Trupe Tamboril é fruto do amadurecimento do grupo, que busca ainda pensar a situação política e social em que se encontra o estado brasileiro diante de chacinas e da naturalização da violência. A oficina, o espetáculo e as rodas de conversa (palestras transversais), concepções coletivas da Trupe, demonstram bem este novo momento do grupo, agora erradicado na cidade de Uberaba e totalmente imerso na questão da educação. A Trupe Tamboril começa assim, a investigar como as intervenções na cena urbana, podem se desdobrar em mecanismos concretos de discussão de temas atuais, de forma a fomentar a cidadania e a necessidade de que os sujeitos contemporâneos estejam preparados para enfrentar tanto esta naturalização da violência, como vimos em Osasco, ou na Copa do Mundo no Brasil em 2014, e principalmente durante o regime civil-militar, quanto o descrédito das instituições políticas, sendo necessário repensar nossas formas de ação e organização representativa, tendo aqui a arte um papel fundamental. A Trupe Tamboril estabeleceu ainda por meio de uma parceria com a ONG Periferarte, a organização do SarauARTE – Ditadura Nunca Mais!, que contará com a participação mais que especial da banda de Rap Boletim de Ocorrência – B.O. na praça Leopoldo Ferreira neste sábado a partir das 18hs.

Serviço: – TODAS AS AÇÕES TEM CLASSIFICAÇÃO LIVRE E SÃO GRATUITAS

26/09 (Sábado)

Conexão Sarau PeriferARTES – ONG Periferarte: Ditadura Nunca Mais!

LOCAL: Praça Leopoldo Ferreira, no bairro Canaã

18 às 20hs

Show B.O – Boletim de Ocorrência

Apresentação Teatral Partidas – Trupe Tamboril de Teatro

Oficina Aberta de Zine: Democracia e Direitos Humanos

27/09 Domingo

LOCAL: Praça Sérgio Pacheco – Centro

Conexão Feira da Gente

10 às 11hs

Apresentação Teatral Partidas – Trupe Tamboril de Teatro

Oficina Aberta de Zine: Democracia e Direitos Humanos

folder partidas - curvas-page-001

RETOMANDO …. PARTIDAS DUAS SESSÕES DIA 24/10 NA UFU

Diário de uma estranha Partida

Era agosto, quando, apesar de todas as partidas indesejadas, das vindas encontros e desencontros, um fusca 78 se enchia de alegria, levando amarado sobre suas velhas e enferrujadas latarias, um grande tambor negro, todo feito de plástico, que para espanto geral da população, se equilibrava em uma corda vermelha mal amarada na estrutura do carro balzaquiano. Ao som de Bachianas e de uma velha esmerilhadeira a ideia começava a ganhar forma, depois de noites longas no fundo de um quintal, entre risadas, vinhos e roteiros traçados no chão, entre crianças, vontades maiores que técnicas, surgia uma estranha partida, mas não era partida qualquer, eram, na verdade, Partidas cheias de vontades, amor, cólera e arrependimento, um constrangimento, um trauma coletivo de uma geração que buscava antes de tudo entender de onde vieram os golpes que criaram uma falsa sensação de tranqüilidade, de democracia, de paz política e social, que só era quebrada quando de repente a palavra revolução havia se tornado sinônimo de ir para a rua, só pela mera vontade de gritar ao nada o medo de perder uma copa do mundo em frente a televisão por que, afinal, a copa era no nosso quintal. E foi assim de coincidência em coincidência que o Tamboril se reunia novamente, pai e mãe, sem os ingratos filhos postiços, mas com a inesperada participação de filhos de meio sangue, um cara estranho que também às vezes era chamado de enteado. Foi mais precisamente no fim do mês de julho, que se percebeu que a edição de som era possível, foi ainda em julho que Verdade Tropical entrava nas veias do Tamboril, foi ainda neste mês que se descobriu que a maioria das praças e feiras tinham tomadas! De repente se percebeu que Tambor não é só instrumento, e se percebeu que Bombonas podem sim virar escudos militares… Foi então que se percebeu que de fato o Tamboril era irmão de sangue, de rua e de folia do Teatro No Mi. Foi então que se percebeu que aquele rapaz do cabelo engraçado e ao mesmo tempo sério, sabia brincar muito bem….E assim aos trancos e barrancos, Silvio, Saunders, Maíra e Uilson se fecharam em uma sala, e começaram o trabalho de montagem do mais novo espetáculo de rua da Trupe Tamboril…Partidas….

baixa-9

AMANHÃ 24/10 DUAS SESSÕES DO ESPETÁCULO PARTIDAS:

ÀS 17:00HS EM FRENTE AO BLOCO 3M
SEMANA DE RECEPÇÃO DOS CALOUROS – D.A CANSEI DESSE TACO

ÀS 21:00 HS NO CENTRO DE CONVIVÊNCIA –
UFU / SANTA MÔNICA – DIA DO SERVIDOR